quarta-feira, 18 de abril de 2012

Anoiteço...


Anoiteço...
(Wender Montenegro)

Anoiteço rio.
O olhar sereno dos que se demoram
nessas águas
o mistério dos gestos idos com o sol
o rumor dos que, pássaros noturnos,
permanecem ainda
e a lua toda refletida em mim
que me sei ser rasteiro.
Anoiteço rio
a despeito da maré dos dias
em ressaca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário