segunda-feira, 21 de maio de 2012

CINZAS ACABADAS


Noite fria,gelada
e um fogo ardente, sem temores
crepita na lareira.

Estala a lenha
e
o aconchêgo é doce
o tempo não passa
e o estalido faz brasa!

Assim é a ventura
das coisas passadas:
queimou-se a candura
e cinzas acabadas.

Alvina Tzovenos
In Sonhos e Vivências

Nenhum comentário:

Postar um comentário