terça-feira, 29 de maio de 2012

PRINCÍPIO DA NOITE



Eu ia em mim perdido, em mim pensando.
A existência deserta.
A rua escura.

Eu sentia a tristeza dos felizes
Vendo a estrela da tarde rir sozinha...

Em que altura ela estava!
O resto era imenso.

Tudo é exílio.

Dante Milano,
in Melhores Poemas

Nenhum comentário:

Postar um comentário