quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

VÔO...



Os passos da noite...
Deixam rastros nos desvãos de minha alma, 
despertando consteladas esperanças em minha solidão.
Os passos da noite, 
macios, etéreos, 
em cálidas fragrâncias embebidos, 
me pensam alvoradas de desejos do amanhã.
E uma ilusão enluarada me abrasa,
me veste com asas de vontade renascida.
Porém eu não sei o destino do vôo.
 
- Patricia Neme –

Nenhum comentário:

Postar um comentário