domingo, 22 de abril de 2012

NOITE



Noite

A noite se mostrou puro breu
A lua decidiu se esconder
E, perdida em pensamentos indefinidos,
..um misto de solidão invadiu minha alma

Não dormi
... Sai, levando meus sonhos pela madrugada
Cansada de percorrer as ruas desertas da cidade
Não chorei, não reclamei...

Só cantei:
Que noite triste sem lua
Sem as estrelas no céu
Por que de mim se escondeu?
Se foi desfeita não sei .
Lá, lá, lá, lá...

Glória Dantas

Um comentário:

  1. Amiga ,estou feliz em fazer parte de poemas da noite! Lindo seu blog ...Tudo perfeito .Bjo

    ResponderExcluir